Goiás News O portal de Notícias de Goiás do Brasil e do Mundo

Mundo

Prédio cai em São Paulo

Imagem do Google Maps (à esq.) mostra o prédio de 24 andares situado no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo.

Prédio desaba após incêndio no centro de SP

Imagem do Google Maps (à esq.) mostra o prédio de 24 andares situado no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, antes do desabamento provocado por um incêndio no imóvel. Em fotografia registrada após a tragédia (à dir.), bombeiros trabalham em busca de possíveis sobreviventes


Sargento Diego, do Corpo de Bombeiros, foi o oficial que tentava retirar o homem que estava no prédio em chamas antes de entrar em colapso.

Momento em que prédio começa a desabar no centro de São Paulo
Momento em que prédio começa a desabar no centro de São Paulo (Foto: Reprodução/TV Globo)

"O homem aparentava ter em torno de 25 anos. O problema maior foi que na hora que a gente ia retirar, o prédio caiu, tencionou a corda e a corda não aguentou o preso. Não daria 30, 40 segundos, pra gente finalizar", explica Diego.

"Perguntei o nome deles, mas tinha muito barulho", explica o Sargento Diego. "Apesar da formação Militar que nós temos, a gente fica chateado. Mas temos que entender que a equipe deu o melhor", complementa.

G1 Noticias 17:00 
De acordo com Fernando Chucre, secretário de Habitação de São Paulo, a prefeitura estava tentando retirar os moradores do prédio pacificamente.

Foram feitas 5 interdições de prédios nos entornos, por enquanto. De acordo com o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, as ruas que ficarão interditadas nos próximos 15 dias, para a remoção dos escombros, serão informadas.

A Cruz Vermelha de São Paulo está recebendo doações de todos os tipos – em especial, água, alimentos não perecíveis, roupas, sapatos e itens de higiene pessoal – para auxiliar as vítimas do incêndio e desabamento de edifício na região central da cidade.

Voluntários recebem doações para os desabrigados no Centro de São Paulo

Bombeiros seguem com buscas a desaparecido após desabamento de prédio em São Paulo

HÁ 16:00 HORAS
O trabalho dos Bombeiros vai se concentrar na refrigeração da estrutura que caiu. Apenas após 48 horas vão começar a mexer nos escombros com o maquinário, mesmo assim, de forma delicada para não afetar possíveis sobreviventes. Enquanto isso, as buscas serão feitas com cães farejadores e sensores de calor.

Bombeiros usam jatos de água para diminuir a temperatura nos escombros
Bombeiros usam jatos de água para diminuir a temperatura nos escombros (Foto: Marcelo Brandt/G1)

"O prazo de 48 é estabelecido por órgãos internacionais pela possibilidade de haver alguém vivo no local", Capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos Bombeiros de São Paulo.

Segundo Palumbo, durante as buscas por possíveis feridos e na retirada de escombros nas primeiras 48 horas, o uso de equipamentos como retroescavadeiras só será feito na área do entorno da edificação.

Veja fotos do incêndio que causou o colapso do prédio na região central de São Paulo.

Prédio em chamas no Centro de São Paulo
Prédio em chamas no Centro de São Paulo (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

HÁ 1 HORA
Os Bombeiros vão esperar 48 horas para começar a mexer na estrutura do prédio com o maquinário. "Existem outras pessoas que estão desaparecidas, que não sabemos se estão aí dentro", disse o Capitão Marcos Palumbo, porta-voz dos Bombeiros de São Paulo.

HÁ 2 HORAS

Página:

http://goiasnews.com.br/noticia/mundo/2018/05/01/praedio-cai-em-saao-paulo/314.html